Pagando de cult – Usufruindo desta natureza

Novo quadro de resenhas no SS lançado em homenagem aos leitores de k-fics intolerantes. Toda fanfic zoada(não pelos autores, mas pelos fãs góticos e emos ostentadores de QI 152 que não sabem o que estão fazendo aqui e não concordam que fic não é nada) ganhará uma resenha profunda, explorando traços que os analfabetos funcionais que só sabem xingar os outros de atirrore foram incapazes de ver(Nota-se).

CABALLO CABALLO – Kill-Luhan

A autora quis explorar como o abuso sexual por parte de alguém da família pode interferir no desenvolvimento da sexualidade.

Luhan é molestado por seu pai, mas como isso é absurdo demais para sua mente, ele reprime a consciência do abuso, assim como sua sexualidade. Por isso os humanos se tornam sexualmente desinteressantes para ele. Mas com o cavalo ele consegue explorar esse seu instinto, uma vez que o animal não ultrapassa os limites que Luhan impõem. Na verdade, o desejo pelo cavalo demonstra a necessidade que o garoto tem de explorar sua sexualidade de forma desenfreada com alguém que não afete sua moral. Alguém que use a abuse dele, mas só dentro dos limites que Luhan quer.

Ritual de primavera – Kill-Luhan

Ritual da Primavera é o manifesto definitivo sobre a necessidade humana sempre atual de conexão e profundidade. Inconformado com as relações superficiais, tão comuns à contemporaneidade, Luhan procura nas pessoas o que elas têm de mais visceral e recôndito. Nosso herói não quer saber de aparências – ele quer enxergar o que ninguém mais percebe, o que as pessoas guardam no mais escondido de si. E ele não quer só contemplar, ele quer se envolver com aquilo, quer sentir na própria pele. É por isso que todas as primaveras, ele se entrega a seu ritual. O falo ereto que ele esfrega no intestino eviscerado de Baekhyun nada mais é que uma representação intencionalmente perturbadora de seu coração pulsante, sempre aberto para receber novos sentimentos e experienciar novas sensações. Nesse sentido, Luhan realmente “abriu” Baekhyun. Penetrou em sua alma e o possuiu, mas essa experiência é uma via de mão dupla. Baekhyun também foi mudado para sempre. Sua morte é apenas metafórica. Através dessa troca que ele se permitiu ter com Luhan, ele se transformou em nova criatura.

Being a fat korean idol – VenusNoir

No fim tudo se resume a sexo. Por exemplo, em Being a Fat Korean Idol is Hard, a maioria talvez seja levada a pensar que Xiumin estava lutando contra a balança; numa visão mais extrema, que ele possivelmente sofresse de dismorfofobia, posto que ele nunca foi assim tão gordo. Na verdade, a história toda não passa de um eufemismo, de uma metáfora para algo muito mais forte e intenso. Xiumin não queria se livrar do excesso de gordura em seu corpo, e sim do excesso de pele em seu prepúcio. As críticas que ele indiretamente recebia dos fãs online são apenas uma representação de sua insegurança, das vozes em sua cabeça – como ele imaginava que seus amantes julgavam o fato de ele, aos 20 e poucos anos de idade, ainda não ter se livrado da fimose. A verdade é que ele sempre conviveu com esse complexo, mas após um comentário maldoso de um de seus one-night stands, ele se torna obcecado, o que o leva a apelar para diversas alternativas a fim de se livrar dessa inconveniência (algumas dessas alternativas incluem até mesmo auto-mutilação, e é por isso que ele é se refugia num “spa”, que na verdade nunca foi spa, e sim uma clínica psiquiátrica, na qual ele foi internado à força – e as cintas que são mencionadas em dada parte da narrativa não passam de uma atenuação para camisa de força). No desfecho, Xiumin tenta se reintegrar à sociedade, no entanto, quando ele descobre que, sem o excesso de pele, já não sente mais tanto prazer, ele surta de vez. Um conto cru, alegórico, penosamente real e que aborda, entre outros temas de extrema relevância, a paranoia contemporânea por perfeição corporal e prazer sexual extremo.

Não incluí a fanfic Dúvida na zoeira porque já escrevi resenha semelhante sobre ela. xD

Lendo: Comentários em Noireland
Bebendo: Água

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s