Pagando de cult – Usufruindo desta natureza

Novo quadro de resenhas no SS lançado em homenagem aos leitores de k-fics intolerantes. Toda fanfic zoada(não pelos autores, mas pelos fãs góticos e emos ostentadores de QI 152 que não sabem o que estão fazendo aqui e não concordam que fic não é nada) ganhará uma resenha profunda, explorando traços que os analfabetos funcionais que só sabem xingar os outros de atirrore foram incapazes de ver(Nota-se).

CABALLO CABALLO – Kill-Luhan

A autora quis explorar como o abuso sexual por parte de alguém da família pode interferir no desenvolvimento da sexualidade.

Luhan é molestado por seu pai, mas como isso é absurdo demais para sua mente, ele reprime a consciência do abuso, assim como sua sexualidade. Por isso os humanos se tornam sexualmente desinteressantes para ele. Mas com o cavalo ele consegue explorar esse seu instinto, uma vez que o animal não ultrapassa os limites que Luhan impõem. Na verdade, o desejo pelo cavalo demonstra a necessidade que o garoto tem de explorar sua sexualidade de forma desenfreada com alguém que não afete sua moral. Alguém que use a abuse dele, mas só dentro dos limites que Luhan quer.

Ritual de primavera – Kill-Luhan

Ritual da Primavera é o manifesto definitivo sobre a necessidade humana sempre atual de conexão e profundidade. Inconformado com as relações superficiais, tão comuns à contemporaneidade, Luhan procura nas pessoas o que elas têm de mais visceral e recôndito. Nosso herói não quer saber de aparências – ele quer enxergar o que ninguém mais percebe, o que as pessoas guardam no mais escondido de si. E ele não quer só contemplar, ele quer se envolver com aquilo, quer sentir na própria pele. É por isso que todas as primaveras, ele se entrega a seu ritual. O falo ereto que ele esfrega no intestino eviscerado de Baekhyun nada mais é que uma representação intencionalmente perturbadora de seu coração pulsante, sempre aberto para receber novos sentimentos e experienciar novas sensações. Nesse sentido, Luhan realmente “abriu” Baekhyun. Penetrou em sua alma e o possuiu, mas essa experiência é uma via de mão dupla. Baekhyun também foi mudado para sempre. Sua morte é apenas metafórica. Através dessa troca que ele se permitiu ter com Luhan, ele se transformou em nova criatura.

Being a fat korean idol – VenusNoir

No fim tudo se resume a sexo. Por exemplo, em Being a Fat Korean Idol is Hard, a maioria talvez seja levada a pensar que Xiumin estava lutando contra a balança; numa visão mais extrema, que ele possivelmente sofresse de dismorfofobia, posto que ele nunca foi assim tão gordo. Na verdade, a história toda não passa de um eufemismo, de uma metáfora para algo muito mais forte e intenso. Xiumin não queria se livrar do excesso de gordura em seu corpo, e sim do excesso de pele em seu prepúcio. As críticas que ele indiretamente recebia dos fãs online são apenas uma representação de sua insegurança, das vozes em sua cabeça – como ele imaginava que seus amantes julgavam o fato de ele, aos 20 e poucos anos de idade, ainda não ter se livrado da fimose. A verdade é que ele sempre conviveu com esse complexo, mas após um comentário maldoso de um de seus one-night stands, ele se torna obcecado, o que o leva a apelar para diversas alternativas a fim de se livrar dessa inconveniência (algumas dessas alternativas incluem até mesmo auto-mutilação, e é por isso que ele é se refugia num “spa”, que na verdade nunca foi spa, e sim uma clínica psiquiátrica, na qual ele foi internado à força – e as cintas que são mencionadas em dada parte da narrativa não passam de uma atenuação para camisa de força). No desfecho, Xiumin tenta se reintegrar à sociedade, no entanto, quando ele descobre que, sem o excesso de pele, já não sente mais tanto prazer, ele surta de vez. Um conto cru, alegórico, penosamente real e que aborda, entre outros temas de extrema relevância, a paranoia contemporânea por perfeição corporal e prazer sexual extremo.

Não incluí a fanfic Dúvida na zoeira porque já escrevi resenha semelhante sobre ela. xD

Lendo: Comentários em Noireland
Bebendo: Água

Personalidade nos pênis

 admin-ajax

Como sabem, estou sem meu notebook, volta somente dia 25. Para desfrutar o ócio sem morrer pela abstinência de escrever, decidi fazer uma promoção pessoal da minha fanfic antiga Dúvida destacando o que atualmente mais me chama atenção: a retratação dos personagens através da descrição dos pênis.Antes, uma sinopse spoilativa rápida: JongDae está em dúvida se quer ficar com o seu ex(Kris) ou atual(Lay). Então, para ajudá-lo a se resolver, Kris e Lay preparam um menage de surpresa.Acredita-se que o cérebro resgata lembranças apenas por uma fragrância ou toque familiar. Segundo Freud, a primeira fase da vida é a fase oral. Através da boca, do contato dos objetos com ela, que o ser humano conhece o mundo.
Chen traz as lembranças a tona quando sente os pênis dos meninos no sexo oral. Cada detalhe, a estilização das picas, formatos, sabores, tudo representa partes das personalidades dos amantes. Como se, através do sexo, estivesse não só relembrando, mas os conhecendo de novo.

Pênis de Lay

:
Glande pontiaguda de pele fina e levemente circuncisada. Bolas depiladas e durinhas.

Glande pontiaguda(pênis forma de seta) significa que Lay é uma pessoa direta, a pele fina mostra ser um garoto delicado e a circuncisão que é um menino lerdo(a falta do prepúcio retarda a ejaculação). Bolas depiladas que é alguém maníaco por limpeza e o excesso de colágeno – substância que lembra jovialidade – (formatando em biloca) que é extrovertido.
No sexo era mais romântico, paciente, expressão não só da personalidade, mas um ato de consumação que pretende gerar o sentimento de satisfação em Chen por estar com ele.
Delicadamente dizia “Me escolha? Te amo de fato, vês?”.

Pênis de Kris

Glande redonda com bastante prepúcio, veias salientes, pele rígida. Bolas cobertas de pelos finos, macios e aparados.

Glande redonda(pênis forma de shitake) significa que WuFan é um “chinês tradicional”, representa de fato a sua cultura em outros países; o excesso de prepúcio, que é um menino que não gosta muito de se mostrar, discreto; as veias salientes representam a força, pele rígida o seu sadismo(uma vez que lembram dildos). Bolas com pelos macios significa que apesar de conservador(?), é um homem elegante, fino.
Lembrando que no sexo, Kris era mais desesperado, um ato com certeza mais biológico, uma expressão de desespero não só da sua personalidade, mas uma busca de suas memórias, como se estivesse preenchendo a saudade que existia. Claro que os diálogos de sarcasmo e o tratamento violento excessivamente sensual dizia “olha o que você está perdendo, baobei”.

No ensino médio, fiz um desenho retratando o EXO através de seus pênis, como eu enxergava os meninos personificando seus órgãos (quem tiver interesse, posto o link da imagem com a resenha nos comentários). De fato foi tão eficaz que além da economia de palavras para descreve-los, visualizo-os dessa maneira até hoje. Com Dúvida foi a mesma coisa, eu não teria chance de falar mais sobre os coadjuvantes em um contexto sexual sem fugir do assunto. Mas, personificando seus órgãos além de retrata-los emocionalmente também pude explicar o que faz Jongdae questionar-se através do sexo, que querendo ou não, é um ato tão íntimo que diz muito sobre a pessoa e o relacionamento com a outra.

Escutando: Piazza, New York, Cacher – Juno
Lendo: Uncovering Luhan, VenusNoire (tô lendo essa fic pela terceira vez)
Assistindo: Simpsons(tava)
Comendo: Pizza de calabresa
Bebendo: Água com gás